Quais são as atribuições de um vigilante?

Vigilante Conheça a função de um vigilante

Com o aumento da violência e crimes no Brasil, o setor de segurança privada investe em métodos cada vez mais eficazes de proteção patrimonial e pessoal para garantir o bem-estar de terceiros e o vigilante possui papel fundamental.

Mesmo com o apoio da tecnologia, o material humano ainda é fundamental para garantir uma prestação de serviço eficaz e qualificada de segurança patrimonial. Contar com profissionais treinados e instruídos para garantir a proteção de pessoas e patrimônios é essencial.

Os profissionais da área de vigilância protegem e zelam constantemente pela segurança de terceiros, com o intuito de inibir quaisquer tipos de ações que visem transgredir leis e colocar pessoas e patrimônios em risco.

As diversas opções de profissionais para realizar a segurança privada podem gerar confusão na hora de escolher o profissional ideal para o seu negócio.

Entenda mais sobre a função de vigilante e identifique quais são as necessidades para o seu projeto de segurança patrimonial.

Segurança Patrimonial: função de um vigilante

Regulamentado pela Lei 7.102/83 e Portaria 7201/83 – MJ, o vigilante é responsável pela proteção de patrimônio, valores e integridade física das pessoas. O profissional deve passar por curso de formação; exame de saúde física, mental e psicotécnica; e não possuir antecedentes criminais registrados para ter Carteira Nacional de Vigilante – CNV – como comprovação de registro, expedida pela Polícia Federal e renovada a cada cinco anos.

O vigilante pode atuar em diferentes áreas para proteção de patrimônio e pessoas no ramo da segurança privada: patrimonial, escolta de cargas ou transporte de valores e de segurança pessoal privada (VIP).

O vigilante é o único profissional de segurança privada autorizado a ter porte de arma de fogo e uma postura ostensiva no combate ao crime. O profissional deve passar por reciclagem a cada dois anos e todo o serviço de segurança privada é fiscalizado pela Polícia Federal.

Em São Paulo, as melhores empresas de segurança patrimonial possuem o Certificado de Regularidade em Segurança – CRS, conferido pelo SESVESP – Sindicado das Empresas de Segurança Privada de S. Paulo.

 

As necessidades da sua empresa corresponde a um vigilante  ou será que um porteiro é o profissional mais indicado? Conheça  agora quais são as atribuições de um porteiro.

Não há comentários, Seja o primeiro!

Seu endereço de e-mail não será publicado.