Escolta Armada: como funciona e o que é necessário saber antes de contratar

Escolta armada Saiba o que é e quais são os cuidados necessários na hora de contratar o serviço de escolta armada.

No momento em que é necessário transportar cargas valiosas, materiais especiais, como documentos importantes, ou até mesmo garantir a segurança de pessoas públicas, a principal atividade de segurança privada com esse objetivo é a Escolta Armada.

Ela é regularizada, autorizada e fiscalizada no Brasil pelo Departamento de Polícia Federal (DPF), conforme a Portaria nº 3.233/2012, a qual dispõe sobre as normas relacionadas às funções de segurança privada.

Importância da Escolta Armada

Hoje em dia, é praticamente impossível observar uma cadeia completa de logística e distribuição sem a presença de uma Escolta Armada. Isso porque, por mais que a segurança pública nas estradas possa ser eficiente, é muito difícil garantir a proteção de todas as cargas que por elas transitam e, que em decorrência do seu valor, são visadas por criminosos.

Portanto, o serviço atua de forma complementar as polícias, buscando diminuir os crimes de roubos de cargas em todas as rodovias brasileiras e nos centros urbanos.

Como é realizada a escolta de veículos

A Escolta Armada é caracterizada principalmente pelo acompanhamento de caminhões contendo objetos valiosos por automóveis e uma equipe de dois a quatro vigilantes, podendo aumentar essa estrutura dependendo da necessidade. Os carros devem ser sempre caracterizados e equipados com aparelhos tecnológicos de rastreamento por satélite.

Ao se contratar uma empresa de segurança para realizar o serviço, a qual irá atuar desde o início do trajeto até a chegada ao destino, é essencial que o contratante informe o número de caminhões que serão acompanhados, a distância percorrida, o trajeto que o caminhão irá fazer e quais serão os pontos de parada e descanso.

É importante saber que não é necessário, e nem mesmo indicado, informar o conteúdo e o valor das cargas.

Quem são os profissionais responsáveis

Os profissionais, os quais irão trabalhar com a escolta de grandes valores e, portanto, têm uma grande responsabilidade, devem ser devidamente certificados e treinados. Os principais requisitos são:

  • Curso de Formação de Vigilante, Curso de Extensão em Escolta Armada e Carteira Nacional de Vigilante (CNV) em dia;
  • Vínculo empregatício com uma empresa de segurança privada, que no caso deve ser contratada para o serviço;
  • Estar com a CNH em dia.

Como contratar uma empresa de Escolta Armada

Antes de contratar um serviço de Escolta Armada para auxiliar na segurança do transporte de cargas, é essencial que a empresa escolhida seja analisada criteriosamente, principalmente em relação às regulamentações exigidas e as autorizações legais.

Para que se possa atuar com Escolta Armada, três requisitos são fundamentais:

  • Ser empresa de vigilância legalmente constituída, estar com a autorização de vigilância e autorização de escolta em dia.
  • Contar com no mínimo oito vigilantes contratados com extensão em escolta armada, os quais tenha experiência mínima de um ano nas atividades de vigilância e transporte de valores;
  • Comprovar a posse de, no mínimo, dois veículos caracterizados e equipados para a realização da atividade.

Um dica é entrar no site da Polícia Federal e verificar as informações necessárias para se contratar um serviço legalizado. Inclusive, lá é possível digitar o CNPJ de qualquer empresa e ter acesso à Declaração de Situação e Regularidade da Empresa.

O serviço de escolta armada não deve ser visto com um gasto extra, mas sim como um investimento, já que as cargas de alto valor estarão protegidas e não haverá possíveis prejuízos decorrentes de atos criminosos.

Quer ampliar seus conhecimentos em segurança? Confira o que é necessário na hora de contratar serviços de segurança corporativa.

Não há comentários, Seja o primeiro!

Seu endereço de e-mail não será publicado.