Controle de Acesso: a chave da segurança

Controle de acesso

Quando você pensa em controle de acesso qual imagem que vem à sua mente? Um segurança liberando ou não a entrada de pessoas? Uma catraca? Ou um balcão de recepção colhendo dados do visitante? Fato é que hoje uma série de recursos tecnológicos é utilizada para aumentar a segurança e controlar os acessos, mas em todos eles é a análise de um profissional bem treinado que poderá fazer a diferença na prevenção de incidentes.

O principal objetivo de um sistema de controle de acesso é o desenvolvimento de processos humanos, mecânicos ou tecnológicos para a restrição física de pessoas a determinados espaços ou ambientes.

Controle de Acesso Moderno

Um eficiente e moderno sistema de controle de acesso, geralmente, é composto por mais de uma tecnologia. Atualmente há no mercado diversos equipamentos que podem ser utilizados com o objetivo de restringir a entrada de pessoas não autorizadas em ambientes privados e restritos e, nas empresas, é muito comum o uso de determinado controle para a entrada principal e outros mais específicos para salas e departamentos.

Entre os equipamentos mais disponibilizados atualmente estão o uso de catracas com liberação de acesso por cartões magnéticos ou biometria e leitores biométricos, código de barras, vídeo de segurança, alarme de detecção, software de monitoramento, tecnologias de automação, terminal de reconhecimento facial e muitos outros sistemas.

Porém, vale salientar que antes da definição de qual é o melhor método para atender a necessidade da sua empresa ou condomínio, é preciso análise de um especialista para identificar quais são os equipamentos mais indicados para atender o nível de segurança característico de cada situação, dentro da disponibilidade financeira.

Tecnologia + profissionais capacitados = eficiência

Desde o desenvolvimento do projeto de controle de acesso adequado até a operação diária da empresa, companhia ou condomínio o que efetivamente fará a diferença na boa execução da segurança preventiva são os profissionais bem treinados.

É a soma dos recursos tecnológicos com os recursos humanos que permite que a segurança dos usuários seja garantida.

Ou seja, os riscos permanecem se os gestores da empresa/condomínio investir em equipamento e por outro lado contratar empresas ou profissionais de segurança/recepção não treinados, a mesma verdade também é válida quando os vigilantes não contam com o apoio dos equipamentos necessários.

Em segurança preventiva a combinação adequada de tecnologia e profissionais capacitados é o fator chave para a efetividade dos investimentos.

Um sistema adequado de controle de acesso também é integrado com um eficiente monitoramento que pode ser interno ou externo. Qual é a melhor opção para usa necessidade? Para saber mais sobre monitoramento, clique aqui.

Não há comentários, Seja o primeiro!

Seu endereço de e-mail não será publicado.