Conheça 9 dicas de segurança na internet para usuários

Segurança na internet Confira dicas fundamentais para manter a sua segurança na internet.
  1. Saiba como funciona o ambiente virtual
  2. Não salve senhas ou dados importantes
  3. Não instale softwares suspeitos
  4. Não clique em qualquer link

Continue lendo…

 

Como sabemos, a internet trouxe uma série de facilidades, entre elas as compras online, pagamentos e demais serviços bancários. Porém, assim como no ambiente físico, proteger-se de possíveis ataques virtuais, como fraudes, espionagem e roubo de senhas é essencial para a segurança do usuário. Confira nosso post e conheça 9 dicas de segurança para usuários na internet:

1. Segurança na internet: Entenda de onde vem as ameaças

Para começar a se proteger, nada melhor do que conhecer as ameaças presentes no ambiente digital. Você pode buscar informações na própria internet, seja em artigos, vídeos ou palestras que tragam essas informações.

A partir daí, caso detecte algum problema em seu computador ou quaisquer outros dispositivos, recorra a profissionais de informática habilitados a resolver problemas de segurança, eliminar possíveis vírus e realizar as manutenções necessárias para que seus dados fiquem novamente protegidos.

2. Não salve senhas ou dados importantes

Por mais que seja prático salvar suas senhas de acesso para não precisar digitar ou relembrar no momento em que for preciso entrar em determinada página, isso não é indicado no que diz respeito à segurança na internet para o usuário. Quando isso acontece, se torna muito mais fácil a prática de crimes virtuais com acesso facilitado aos dados.

Além disso, no momento de criar senhas, procure não remeter a datas de nascimentos, nomes ou outras informações fáceis de serem descobertas. Prefira sequências que mesclem letras, números e caracteres especiais e altere os dados periodicamente.

3. Não instale softwares suspeitos

Se no momento de realizar o download de algum programa você tiver dúvidas quanto a sua segurança na internet, o melhor é não fazê-lo. Isso porque programas, filmes, músicas e jogos, por exemplo, se não forem bem selecionados no momento de baixar, podem trazer com eles vírus e espiões capazes de ocasionar falhas de segurança e outros problemas.

Dessa forma, procure realizar downloads em sites e plataformas confiáveis para evitar dores de cabeça.

4. Não clique em qualquer link

Por mais que um link possa parecer atrativo e interessante, é importante que você tenha cuidado no momento de clicar, principalmente quando eles estiverem presentes em redes sociais, como o Facebook. Isso porque, muitas vezes, por trás de um conteúdo engraçado e diferente, podem estar os vírus e outros ataques digitais.

Se um assunto despertar o seu interesse, analise se aquela é uma fonte confiável e, caso fique em dúvida, busque informações a respeito em sites que são sabidamente seguros.

5. Use navegadores conhecidos e atuais

Navegadores conhecidos e atualizados constantemente, como o Google Chrome, por exemplo, além de possibilitarem novas tecnologias de acesso, as quais facilitam e tornam mais agradável a navegação, também trazem mais segurança na internet para o usuário. Isso porque eles contam com recursos de capazes de impedir as ameaças mais recentes, como os falsos sites de instituições bancárias.

Além disso, quanto você atualiza o seu navegador, está proporcionando ao seu ambiente correções para falhas anteriores já detectadas e corrigidas. Portanto, sempre verifique se está utilizando a última versão. Alguns navegadores se atualizam automaticamente e outros trazem avisos sobre upgrades disponíveis.

6. Mantenha o antivírus e o sistema operacional atualizados

Os sistemas antivírus são a principal defesa contra vírus e outros ataques cibernéticos. Por isso, sempre os mantenha atualizados, para que sejam capazes de detectar malwares novos, e realize escaneamentos periódicos. O indicado é que a ação seja realizada semanalmente.

Além isso, é muito importante que o sistema operacional do computador e outros dispositivos, também estejam atualizados. Para facilitar, você pode verificar se o sistema oferece atualizações automáticas, como as últimas versões do Windows ou Linux.

7. Fique atento a e-mails falsos

Os e-mails falsos, como de bancos, são muito comuns. Por isso, fique atento a mensagens que peçam atualização de dados pessoais, ofereçam premiações e outros benefícios ou contenham erros gramaticais. Nesse caso, simplesmente apague e ignore ou, se achar necessário, entre em contato com a instituição para verificar a veracidade da mensagem.

8. Verifique se o site é seguro

Fazer compras pela internet traz uma série de comodidades. Porém, se você o fizer em ambientes desprotegidos, todo esse conforto pode se transformar em uma série de problemas.

Portanto, ao acessar lojas virtuais, verifique se elas contêm sistemas antifraudes e certificados de segurança que demonstrem sua preocupação com a proteção dos usuários.

9. Desconfie de promoções

Muito provavelmente você já tenha ouvido o ditado “quando a esmola é demais o santo desconfia”. Pois saiba que ele se aplica totalmente em relação à segurança do usuário na internet. Promoções e descontos tentadores em sites que você nunca viu podem ser verdadeiras armadilhas virtuais.

Portanto, por mais tentador que possa parecer, desconfie e, caso não tenha certeza absoluta sobre a confiabilidade do ambiente, abandone a navegação.

Gostou desse artigo com 9 dicas de segurança para usuários na internet? Acha que ele também pode ser útil para os seus conhecidos? Então compartilhe agora mesmo em suas redes sociais!

Temos outras dicas de segurança para você. Só em São Paulo, em média, são roubados mais de 45 mil celulares por mês (dados de fevereiro/18). Você sabe como proteger o seu celular? Confira as dicas.

Não há comentários, Seja o primeiro!

Seu endereço de e-mail não será publicado.