Condomínio seguro para crianças: 4 pontos essenciais

Condomínio seguro para crianças

Condomínio seguro para crianças: 4 pontos essenciais

Um problema comum dentro de condomínios é a presença de crianças desacompanhadas dos pais ou responsáveis nas áreas comuns, causando preocupações quanto a sua segurança. Embora os condomínios geralmente ofereçam áreas de lazer para os pequenos, esses espaços podem se tornar um universo de possibilidades para algo dar errado, uma vez que os baixinhos não têm noções de regras e perigos. Se tratando de crianças, todo cuidado é pouco.

Nesse cenário o síndico tem um papel essencial e um grande desafio também, pois precisa observar as ações necessárias para tornar o local seguro – seguindo as normas vigentes do condomínio – e também manter o ambiente agradável e divertido para as crianças. Vale lembrar que as áreas comuns voltadas ao público infantil devem estar de acordo com as normas da ABNT (Associação Brasileiras de Normas Técnicas).

De forma geral, é importante não deixar crianças com menos de 10 anos circularem sozinhas pelo condomínio. Além disso, os pais precisam se atentar às janelas e sacadas do apartamento, que devem ser protegidas.

Veja aqui algumas espaços que podem oferecer riscos que deve ser observadas com atenção para manter a segurança de crianças no condomínio:

Áreas de riscos para crianças no condomínio

Piscina:

Uma das áreas preferida pelas crianças, o local também é considerado um dos mais perigosos, principalmente quando elas não estão sendo supervisionadas por  um adulto.

Em uma pesquisa feita pela ONG Criança Segura, o afogamento é a segunda maior causa de mortes no Brasil.

É essencial que haja portões em volta da piscina ou grades e que os pisos sejam antiderrapantes para evitar quedas acidentais.

 

Playground

É provavelmente o espaço em comum que as crianças mais ocupam no condomínio e, por isso, necessitam ações preventivas. É interessante ter pisos emborrachados, pois amortecem impactos e evitam acidentes mais graves.
As quinas de mobiliários devem ser arredondadas e não pode ter parafusos sobressalentes. Usar protetores de tomada também é uma prática recomendada.

Escadas e elevadores

Essa é uma área muito importante para a segurança das crianças e que exige ações relativamente simples. Há uma recomendação do corpo de bombeiros para que sejam instaladas faixas antiderrapantes nas escadas. Nos elevadores, é importante que elas só entrem acompanhadas por algum responsável.

Garagem

Aqui é um ponto que necessita de atenção redobrada. Embora não seja permitido que as crianças brinquem no estacionamento, é muito possível, que sem a supervisão de adultos a turma resolva ir brincar nessa área que pode ser muito perigosa, pois muitos pequenos acabam se tornando um ponto cego para os motoristas, podendo causar acidentes graves.

Sendo assim, é recomendado, principalmente em períodos de férias, que os motoristas redobrem as atenções e respeitem a velocidade, reduzindo assim a possibilidade de acidentes.

Não há comentários, Seja o primeiro!

Seu endereço de e-mail não será publicado.